A valorização energética de resíduos urbanos produz eletricidade para o consumo doméstico de cerca de 400.000 portugueses. Valorizamos resíduos.

Central de valorização energética de resíduos da Valorsul, Loures.

A produção de eletricidade por valorização energética de resíduos urbanos substitui 170 a 180 mil toneladas de carvão por ano. Valorizamos resíduos.

Central de valorização energética de resíduos da Lipor, Maia.

Por cada 100 kgs de resíduos urbanos tratados na valorização energética, recupera-se cerca de 1,5 kg de metais (ferro, aço e alumínio) para reciclagem. Valorizamos resíduos.

Central de valorização energética de resíduos da Teramb, Ilha Terceira, Região Autónoma dos Açores.

A valorização energética de resíduos permite multiplicar por 8 a vida útil dos aterros sanitários. Valorizamos resíduos.

Central de valorização energética de resíduos da ARM, Meia Serra, Ilha da Madeira, Região Autónoma da Madeira.

A valorização energética de resíduos urbanos em Portugal, em 2018.

Em 2018, nas 4 unidades de valorização energética de resíduos existentes em Portugal, foram valorizados mais de 1,1 milhões de toneladas de resíduos, que permitiram a produção de cerca de 576,7 GWh de eletricidade, dos quais foram exportados para a rede elétrica mais de 493 GWh de eletricidade e foram enviados para reciclagem quase 14 mil toneladas de metais. Veja a nossa newsletter nº 30.

Valorização Energética de Resíduos faz declaração sobre Covid 19

O setor da Valorização Energética de Resíduos europeu, através da sua Confederação Europeia, a CEWEP, emitiu uma declaração (disponível aqui) onde relembra que um objetivo sempre prioritário da gestão de resíduos é a proteção da saúde pública, como estabelecido no artigo 13 da Diretiva Quadro de Resíduos (Diretiva 2008/98/CE), e afirma, baseado em avaliações técnicas, que os tratamentos térmicos inerentes à Valorização Energética, eliminam de modo seguro agentes patogénicos contido nos resíduos, nomeadamente vírus. Esta crise vem demonstrar a relevância de os países se dotarem das infra-estruturas necessárias a um adequado tratamento de resíduos, mesmo nas condições mais adversas.

Presidente da AVALER publica artigo sobre a crise da Covid 19

O Sr. Presidente da Direção da AVALER, Presidente da Lipor e da Câmara Municipal da Póvoa de Varzim, Engº Aires Pereira, publicou um artigo no Público de 17 de março de 2020 manifestando confiança no sistema de gestão de resíduos nacional, incluindo Municípios e empresas do setor e nos seus trabalhadores, para enfrentar os desafio da pandemia Covid19. Disponível aqui

Ministro do Ambiente e Ação Climática divulga mensagem

O Sr. Ministro do Ambiente e Ação Climática divulgou uma mensagem onde agradece a dedicação dos profissionais da higiene urbana e da recolha de resíduos e onde dá indicações úteis sobre a gestão de resíduos no quadro da atual pandemia da Covid19. Ver aqui.

Valorsul e Lipor comemoram 20 anos de Valorização Energética de resíduos em Portugal

 

A Valorsul e a Lipor comemoraram 20 anos de valorização energética de resíduos em Portugal. A primeira a 14 de fevereiro de 2020 (informação aqui) e a segunda a 3 de março de 2020 (informação aqui). Durante estes 20 anos, a Valorsul transformou em energia mais de 14 milhões de toneladas de resíduos e a Lipor perto 8 milhões. Estas duas centrais foram responsáveis pelo desvio de aterro de cerca de 22 milhões de toneladas de resíduos, nestas duas décadas e representam um inegável caso de sucesso na gestão de resíduos em Portugal. Para assinalar a data a Lipor realizou uma sessão pública na LIPOR II, publicou um video (disponível aqui) e publicou um extenso estudo sobre os 20 anos de monitorização externa do desempenho da central. Este trabalho, da responsabilidade do Instituto de Ambiente e Desenvolvimento da Universidade de Aveiro conclui que a operação da central não é detetável, relativamente à linha de base, nos múltiplos descritores da monitorização ambiental, da monitorização psicossocial e da monitorização da saúde pública, estudados. Na mesma altura foi igualmente assinado um protocolo entre a Lipor e a AdEPorto- Agência de Energia do Porto para a realização de um trabalho conjunto por estas instituições visando identificar e minorar o problema da Pobreza Energética na Região Norte. Foi ainda elaborada uma reportagem sobre o evento comemorativo dos 20 anos de excelência da Lipor, que pode ser vista aqui.

A AVALER na visita do Sr. Ministro do Meio Ambiente do Brasil.

Inserido no Programa da visita de uma delegação Brasileira a Portugal, chefiada pelo Senhor Ministro do Meio Ambiente do Brasil, Dr. Ricardo Salles, realizou-se no dia 14 de janeiro, nas instalações da Tratolixo, em Trajouce, um Workshop sobre gestão de resíduos urbanos, onde estiveram presentes o Sr Ministro, o Sr. Secretario Nacional de Qualidade Ambiental do Brasil, Dr Andre França, e vários dirigentes associativos brasileiros na área da Gestão de Resíduos. A AVALER fez uma das apresentações do Workshop, sobre valorização energética de resíduos na Europa e em Portugal. Foi ainda assinado um protocolo de colaboração entre a AVALER, representada pelo Dr. Fernando Leite, em representação do Presidente da AVALER, Engº Aires Pereira, e a ABETRE- Associação Brasileira de Empresas de Tratamento de Resíduos e Efluentes, representada no evento pelo seu Diretor Presidente Luiz Gonzaga. A AVALER agradece a oportunidade de ter participado neste evento e, em particular, agradece à Tratolixo a hospitalidade e à Lavoro e ao Walter Plácido a organização do evento. 

Valorização Energética, Economia Circular e Descarbonização

Quando se comemoram 20 anos de Valorização Energética de Resíduos em Portugal, a AVALER editou uma brochura sobre Valorização Energética Economia Circular e Descarbonização. Esta Brochura pretende clarificar alguns temas que, com frequência, surgem no debate público quando se discute valorização energética de resíduos. Disponível aqui.

AVALER participou no VI meeting the resíduos do Alentejo

Pelo segunda vez a AVALER participou no encontro de gestão de resíduos do Alentejo que, este ano, se realizou em Beja, no dia 21 de novembro passado. Participámos numa mesa redonda moderada pelo Sr Presidente da Resialentejo e Presidente da Câmara de Almodover Dr. António Bota. Na mesa redonda, onde se discutiu a evolução da gestão de Resíduos Urbanos em Portugal e os desafios futuros do setor, participaram igualmente o Dr. Pedro Cardoso do POSEUR, a Dra Carla Velez da ESGRA e a Engª Filipa Pantaleão da EGF.

AVALER promoveu Conferência

Realizou-se no passado dia 2 de dezembro uma Conferência, organizada pela AVALER- Associação de Entidades de Valorização Energética de Resíduos, subordinada ao tema “A Valorização Energética de Resíduos no contexto da Transição Energética e da Economia Circular. Contributos para os Decisores”, no Auditório da Sociedade Abreu Advogados, em Lisboa.

Esta Conferência, sinalizou os 20 anos da valorização energética de resíduos em Portugal, período durante o qual mais de 20 milhões de toneladas de resíduos urbanos foram desviados de aterro sanitário e transformados em energia elétrica sustentável, dando assim um indelével contributo para a descarbonização do setor da gestão de resíduos urbanos em Portugal. 

O setor da valorização energética de resíduos, além de sinalizar a data, pretendeu refletir sobre o seu contributo para o futuro, nomeadamente para as ambiciosas metas de reciclagem e desvio de aterro, da Economia Circular, e de descarbonização do sistema energético.

Foram oradores o Presidente da Direção da AVALER e Presidente do Conselho de Administração da Lipor e da Câmara Municipal de Póvoa do Varzim, Eng. Aires Pereira e o Dr. José Eduardo Martins, na qualidade de anfitrião e especialista em Direito do setor. Seguiu-se uma apresentação pelo Professor Jorge Vasconcelos sobre as transformações em curso no setor da energia e a sua relação com a valorização energética de resíduos.

Seguiu-se uma mesa redonda moderada pelo Eng. Tomás Serra, Vogal executivo da Valorsul, onde intervieram o Eng. Feliz Mil-Homens, com a visão nacional do setor, António Orrego, apresentando a situação em Espanha e Lighea Speziale, da CEWEP, caracterizando a situação atual europeia.

Após debate, o conjunto de apresentações foi encerrado por João Esteves, project manager da Scanmetals, uma empresa inglesa especializada na recuperação de metais não ferrosos para reciclagem, a partir das escórias de incineração de resíduos, que apresentou as últimas tecnologias nessa área.

Finalmente, na Sessão de Encerramento, o Doutor Nuno Lacasta, Presidente do Conselho Diretivo da Agência Portuguesa do Ambiente, reafirmou o importante papel da Valorização Energética num contexto de gestão integrada de resíduos, realçando a importância de se discutir o papel futuro desta linha de valorização de resíduos.

Valorização energética de resíduos na UE, em 2035.
AVALER no 13º Forum dos Resíduos
Parece AVALER sobre o RNC2050
PERSU2020+, posição comum da AVALER e da ESGRA
Novo estudo epidemiológico
Assinatura do Protocolo entre a AVALER e a AEVERSU

No dia 3 de outubro foi assinado um protocolo de colaboração entre a AVALER e a AEVERSU, no Museu da água da EPAL, em Lisboa. A AVALER e AEVERSU são associações congéneres de Portugal e Espanha que defendem que a valorização energética de resíduos, desviando de aterro e valorizando resíduos que não são reciclados, é uma componente fundamental da transição para Economia Circular, particularmente em países como Portugal e Espanha onde a fração de resíduos urbanos enviada para aterro se mantem estruturalmente acima de 50%.

Intervieram na sessão o Senhor Secretário de Estado do Ambiente, Engº Carlos Martins, o Presidente da CEWEP – Confederação Europeia de Valorização Energética de Resíduos, Paul de Bruycker e os Presidentes das duas Associações: o Engº Raphael Guinea da AEVERSU e o Engº Aires Pereira da AVALER (o discuso está disponível aqui). Nos países Ibéricos há presentemente 15 unidades de valorização energética de resíduos (dez em Espanha, quatro em Portugal e uma em Andorra) responsáveis pelo desvio de aterro e valorização de mais de 3,5 milhões de toneladas de resíduos por ano. O protocolo agora assinado visa estreitar relações técnicas, institucionais e estratégicas entre as duas Associações. A AVALER e a AEVERSU agradecem à EPAL a cedência do espaço e, naturalmente, ao Sr. Secretário de Estado do Ambiente e ao Sr. Presidente da CEWEP a sua participação.

 

Congresso CEWEP

Realizou-se nos dias 20 e 21 de setembro, em Bilbau, o 9º Congresso da CEWEP, com o tema "Waste-to-Energy Making Circular Economy Happen". Este evento bianual reuniu a comunidade europeia relacionada com a valorização energética de resíduos e todos os interessados em gestão de resíduos.

As comunicações ao Congresso e informação sobre os respetivos "speakers" estão disponíveis aqui.

A Drª Ana Loureiro, Diretora de Comunicação da EGF, foi a única speaker portuguesa e fez uma brilhante comunicação no painel de encerramento do Congresso, onde se tratou o tema: "Waste-to-Energy and Post-Truth Communication".

O Congresso inclui ainda um competição para seleção dos melhores projetos a concurso nas áreas da "inovação", "comunicação" e "integração" (informação disponível aqui). A Lipor concorreu com um filme, na área "comunicação", tendo recebido uma menção honrosa. 

Seminário ERSARA

A AVALER fez uma apresentação no Seminário Técnico ERSARA sobre águas e resíduos, organizado pela ERSARA - Entidade Reguladora dos Serviços de Águas E Resíduos dos Açores, que decorreu na cidade da Horta, Faial, nos dias 16 e 17 de maio. O dia 16 foi dedicado ao setor das águas e o dia 17 ao setor dos resíduos. Neste dia a AVALER fez uma comunicação sobre o papel da valorização energética de resíduos, no novo quadro regulatório criado com o pacote Economia Circular. A VALER congratula-se com o convite feito pela ERSARA e saúda a excelencia do evento, quer do ponto de vista da organização, quer das comunicações apresentadas. 

SEMANA EUROPEIA PREVENÇÃO RESIDUOS

A edição de 2017 da Semana Europeia da Prevenção de Resíduos registou novamente números recorde: 13.410 ações foram registadas em cerca de 39 países na Europa e além-fronteiras, como por exemplo no Brasil!
Em Portugal Continental e Ilhas foram registadas e dinamizadas mais de 270 ações, sendo que 173 destas ações foram registadas e dinamizadas na área da LIPOR.
A todos os que participaram, o nosso muito obrigado por se juntarem a este projeto e levarem mais longe a temática da Prevenção através da sensibilização das comunidades em que estão inseridos!
Só desta forma é possível chamar a atenção para a problemática da produção de resíduos e contrariar esta tendência crescente da sociedade atual.
Até à próxima edição façam da Prevenção um hábito do dia-a-dia e se não participaram nesta edição façam-no em 2018!

Consultem o nosso Portal - http://www.lipor.pt/pt/residuos-urbanos/prevencao/ - e inspirem-se. Verão que as ações de prevenção não têm que ser complexas ou dispendiosas! A Prevenção está nos pequenos gestos do nosso quotidiano!


Veja, ainda, o filme representativo das iniciativas dinamizadas na área da LIPOR em https://www.lipor.pt/pt/galerias_videos/index.php?id=126 ou no nosso Facebook em https://www.facebook.com/LiporGestaoResiduo/

A todos, esperamos contar com a vossa participação na edição de 2018!

 

VALORSUL LANÇA NOVO AGREGADO

Na sua campanha de lançamento, a Valorsul cede gratuitamente uma carga de 20 toneladas, com transporte incluído, às primeiras 20 encomendas. As quantidades adicionais só pagam o transporte. A oferta é limitada a um raio de 60 km das instalações em Vila Franca de Xira. O agregado da Valorsul é um produto com marcação CE, conforme com a legislação europeia e com as normas europeias harmonizadas. O material foi estudado, com excelentes resultados, e aprovado pelo Laboratório Nacional de Engenharia Civil. Este material é inovador em Portugal, mas é habitualmente usado noutros países do norte da Europa, como Reino Unido, Noruega e Alemanha. No domínio da pavimentação rodoviária, este agregado artificial - próprio para camadas não ligadas de base e sub-base - constitui uma solução muito bem adaptada à construção rodoviária dado que possui características idênticas às dos agregados naturais, sendo uma alternativa de confiança, que associa um comportamento não plástico, elevados valores de resistência ao corte a uma boa capacidade resistente. De granulometria extensa, foi já utilizado na sub-base de estradas onde circulam habitualmente viaturas pesadas e também em arranjos paisagísticos em diversas obras municipais. A sua produção está em conformidade com as especificações da NP EN 13242:2002 + A1:2010.

VANTAGENS AMBIENTAIS

O agregado artificial da Valorsul, provém da valorização de resíduos, pelo que se enquadra nos 5% de materiais reciclados que obrigatoriamente todas as obras públicas devem incorporar. Além disso, é um exemplo perfeito de economia circular, poupando o recurso aos agregados naturais, tantas vezes extraídos de pedreiras e rios.

Para quem está a construir estradas ou caminhos e precisa de adquirir brita ou tout venant (e vai arcar com avultados custos de transporte), esta é uma oportunidade de poupar na conta da sua obra e nos recursos do seu planeta.